29 April 2014

Resenha: As Crônicas de Gregor - O Guerreiro da Superfície



O pai de Gregor, de 11 anos, desapareceu há mais de dois anos, o que tornou a vida do menino muito difícil. Mas tudo se complica ainda mais quando ele cai através de um duto de ventilação na lavanderia do prédio onde mora, e encontra um incrível universo desconhecido sob a cidade de Nova York. Agora, apesar de seus protestos, o menino precisa liderar um estranho grupo de humanos e animais gigantes numa missão que pode salvar o Subterrâneo além de ser a única saída para encontrar seu pai.

RESENHA
      Quando Gregor tinha 9 anos, seu pai sumiu deixando para trás o filho, a filha mais nova e a mulher grávida. Então passados dois anos após, Gregor se tornou um adulto de 11 anos, já que suas responsabilidades aumentaram com o desaparecimento do pai. Sua mãe teve que começar a trabalhar, e sobrou para o menino cuidar de suas irmãs mais novas, Lizzie e Boots.
      Em um dia normal como qualquer outro, Gregor vai até a lavanderia de seu prédio levando Boots consigo, já que a irmã de apenas 2 anos não pode ficar nem dez minutos sequer sem ser observada.
      Boots, como sempre, é muito fuçada e não aguenta ver nada novo que já quer fuçar, só que dessa vez, a garotinha não sabe o que a espera. Ela misteriosamente, cai em um buraco ao arrancar as grades do tubo de ventição e Gregor, sendo o irmão superprotetor, vai junto com ela.
      O que ele não imagina é que esse buraco vai além de sua compreensão, ele os leva a um mundo diferente, onde as coisas mais estranhas são super normais.
      Baratas, ratos e aranhas gigantes, um mundo subterrâneo habitato por vários seres, inclusive por humanos. Então Gregor descobre que é um Guerreiro da Superfície - segundo a uma profecia de que ele ajudará a decidir o destino de todos os povos daquele mundo - e depois que conhece toda a cidade subterrânea e ficar mais informado sobre como as coisas funcionam ali e saber mais sobre a profecia, o menino descobre que seu pai não morreu e que ele está vivo e mantido como prisioneiro dos ratos.
      Então é questão de tempo para Gregor aceitar fazer parte dessa profecia e partir nessa grande aventura.


      A primeira coisa que a gente pensa ao ouvir falar sobre esse livro, é em Jogos Vorazes, já que ambas as obras são da mesma autora. E logo depois, vem aquela dúvida: Será que esse livro e a série toda é tão boa como a trilogia Jogos Vorazes? Ok. 
      Fiquei um pouco com anseio ao começar a ler e acabar me decepcionando com a autora, mas foi totalmente ao contrário, quando terminei de ler só me passou um pensamento pela mente: Isso me fez crer que Suzanne Collins merece todo esse sucesso em que está fazendo.
      A construção da história é ótima, e eu fiquei surpreso, porque as vezes, tudo aquilo parecia tão amador e tão inteligente que me fez refletir sobre vários pontos em que me deparei ao ler a trilogia Jogos Vorazes. Que é usar uma coisa aparentemente "normal" e introduzir nisso uma reflexão sobre a nossa atualidade. E sempre que leio alguma coisa da Suzanne Collins, me sinto tão inteligente quanto ela. 
      Mas enfim... vou deixar de filosofia e falar mais sobre o que eu achei do livro.
      Logo no começo do livro, já fiquei totalmente maravilhado com a história e com os personagens. Gregor é uma criaça de 11 anos e já é tão madura quanto um adolescente (ou não?), mas por ter "perdido" o pai aos 9 anos, isso fez o menino madurecer, e vemos isso já no primeiro capítulo.
      E depois tudo acontece tão rápido, que você nem percebe que se passaram 40 páginas, de tão prendedora é a escrita. Gregor já está no mundo subterrâneo se perguntando como tudo aquilo é possível, já começou a criar afetividade com algumas pessoas daquele mundo que as vezes até esquece que nao está em casa. E mesmo quando tudo é aventura e ação e você acha que não pode ficar melhor, a coisa só melhora ao passar as páginas, porque após isso, o menino inocente tem que vestir a armadura de um guerreiro e criar coragem para tomar certas atitudes.
      O livro também tem muitos momentos engraçados e irônicos também, o que me fez gostar ainda mais do livro.
A série contém ao todo cinco livros, com todos eles lançados aqui no Brasil. É voltada para o público infantil e foi a primeira série da autora a ser publicada. Enfim...

      E dentre as tantas marcações que fiz, essa com certeza foi a melhor:



É com orgulho que ele leva 5 estrelas, aliás, se pudesse levava 6!



Então fica aí a dica de um livro super legal e super gostoso de ler. 
Até mais ledores!


2 comments:

  1. Oi, Juliano! Tudo bem? Desde o final da trilogia de "Jogos Vorazes" eu fiquei faminta pelos livros da Suzanne Collins, até que descobri essa série e foi amor a primeira conferida na sinopse hehe Ainda não pude ler "O Guerreiro da Superfície", mas não me canso de dar uma olhada nas resenhas do livro (e todos elas são tão positivas que eu acabo ficando contagiada com a empolgação dos outros!). Mesmo sendo uma série mais voltada para o público infantil, quando ela tem ação e uma boa narrativa, a leitura flui demais comigo... Espero gostar tanto assim quanto eu imagino da história (: Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  2. Iae Juliano. Já li a trilogia Jogos Vorazes e gostei muito muito muito, até que fui procurar novos livros da Collins, achei esses mas infelizmente eles não me chamaram atenção, sei lá parece ser um pouco infantil, mas acho que estou errado kkkk
    Depois dessa indicação 5 estrelas terei que rever meu pensamentos e possivelmente colocar Gregor na minha wishlist.

    Abraços!
    www.booksever.blogspot.com

    ReplyDelete